Starters - Lissa Price
















Seu mundo mudou para sempre. Callie perdeu os pais quando as guerras de Esporos varreu todas as pessoas entre 20 e 60 anos. Ela e seu irmão mais novo, Tyler, estão se virando, vivendo como desabrigados com seu amigo Michael e lutando contra rebeldes que os matariam por uma bolacha. A única esperança de Callie é Prime Destinations, um lugar perturbado em Berverly Hills que abriga uma misteriosa figura conhecida como o Old Man. Ele aluga adolescentes para alugar seus corpos aos Terminais — idosos que desejam ser jovens novamente. Callie, desesperada pelo dinheiro que os ajudará a sobreviver concorda em ser uma doadora. Mas o neuro chip que colocam em Callie está com defeito e ela acorda na vida de sua locadora, morando em uma mansão, dirigindo seus carros e saindo com o neto de um senador. Parece quase um conto de fadas, até Callie descobrir que sua locatária pretende fazer mais do que se divertir — e que os planos de Prime Destinations são tão diabólicos que Callie nunca podia ter imaginado.

"Quando os gaviões gritam é hora de voar" 

Callie, uma adolescente de 16 anos, é mais uma dos tantos que ficaram órfãos devido à Guerra dos Esporos, uma doença que exterminou todas as pessoas que tinham entre 20 e 60 anos. Além de cuidar de si mesma, Callie é responsável por seu irmão Tyler, de 7 anos, que tem uma doença pulmonar grave. 


Todos os menores de 20 anos, passaram-se a ser chamados de Starters e os maiores de 60 anos, de Enders. Antes da Guerra, todos com menos de 20 anos e com mais de 60, foram vacinados contra os esporos, além destes, políticos, famosos e ricos, independente de sua idade, também foram vacinados.

Starters que não possuem parentes adultos vivos, são obrigados a morar nas ruas, em prédios abandonados e sobrevivendo, apenas, de furtos. Sem falar que sempre estão fugindo dos inspetores para não serem levados para as instituições. 

Callie e Tyler vivem com um amigo muito próximo, Michael, a única pessoa em que ela confia além de seu irmão. Os três sobrevivem ajudando um ao outro, mesmo com Tyler piorando a cada dia, devido a sua doença. Ao perceber que tudo estava indo de mal a pior, Callie se vê em um momento onde terá que usar a última carta da manga para salvar Tyler e vai até a Prime Destinations. A Prime é uma empresa misteriosa, situada em Beverly Hills, comandada pelo O Velho, mais misterioso ainda, que recruta adolescentes para alugar seus corpos aos Enders que desejam ser novos novamente durante um período. 



Quando Callie está no seu terceiro e último aluguel, ela acorda em uma boate vivendo como sua inquilina. Na tentativa de não quebrar o contrato com a Prime e não receber o seu dinheiro, ela passa a viver como sua inquilina. 



Durante algumas vezes, Helena, inquilina de Callie, entra no corpo novamente e faz coisas que Callie nunca desejou ter feito, além de descobrir que a Prime tinha outros interesses. Com toda essa bagunça em sua cabeça, ela procura lidar com o porquê de seu aluguel ter dado errado, quais são os planos da Prime e como recuperar sua vida e salvar seu irmão, sua única família. 



Vocês não tem ideia de como foi difícil achar este livro! E como sempre, as coisas acontecem quando menos esperamos e, certa vez encontrei-o na Saraiva. Sou suspeito para falar de Distopias, um gênero que tem me prendido ultimamente como nenhum outro fez antes. Mas minha opinião sobre Starters: 

O livro começou normal e eu já tinha gostado da história, mas de uma hora para outra, uma sequência de ações, mistérios e descobertas passam rapidamente ao longo das páginas e você não consegue mais parar. Você consegue acompanhar as ações do personagem e até senti-las. E quando está chegando ao final e você já imaginou todos os finais existentes em sua mente, Lissa Price inventa uma opção que parecia estar na sua cara o tempo todo, mas que não foi percebida. Confesso que perdi o fôlego nas últimas páginas. 

Acreditem, o final compensa qualquer erro ou falta de assimilação do livro.

OBS: Para entender melhor o livro, tente se encaixar no mundo que a autora criou. Um mundo onde pessoas podem viver até 200 anos, onde essas pessoas se fazem superiores de modo que comandam tudo. Mas uma pergunta ficou em minha cabeça. Será que, futuramente, existirão banco de corpos em nosso mundo?



2 comentários:

  1. Eu tive que fazer isso que você disse para poder entender melhor a história haha Gostei bastante do livro e achei o final bastante inesperado. Já li Enders, e também é muito bom. Gostei da resenha! bj
    http://entreeleitores.blogspot.com.br

    ResponderExcluir