#CAIXADECORREIO - Julho










Olá, leitores! Beleza? Hoje irei mostrar para vocês tudo o que eu ganhei/comprei/troquei esse mês (que já está acabando!). Espero que gostem!

Minhas aquisições foram poucas! 

1) THE 100 - Os Escolhidos


















Desde a terrível guerra nuclear que assolou a Terra, a humanidade passou a viver em espaçonaves a milhares de quilômetros de seu planeta natal. Mas com uma população em crescimento e recursos se tornando escassos, governantes sabem que devem encontrar uma solução. Cem delinquentes juvenis — considerados gastos inúteis para a sociedade restrita — serão mandados em uma missão extremamente perigosa: recolonizar a Terra. Essa poderá ser a segunda chance da vida deles... ou uma missão suicida.
Ainda não li o livro, mas acredito que seja muito bom! Vocês sabiam que este livro deu origem a série "The 100"? Clique aqui para assistir online.

P.S.: A série vale muito a pena! =)
























2) Os Três



























Quinta-feira Negra. O dia nunca será esquecido. O dia em que quatro aviões caem, quase no mesmo instante, em quatro pontos diferentes do mundo. Há apenas quatro sobreviventes. Três são crianças. Elas emergem dos destroços aparentemente ilesas, mas sofreram uma transformação. A quarta pessoa é Pamela May Donald, que só vive tempo suficiente para deixar um alerta em seu celular: Eles estão aqui. O menino. O menino, vigiem o menino, vigiem as pessoas mortas, ah, meu Deus, elas são tantas... Estão vindo me pegar agora. Vamos todos embora logo. Todos nós. Pastor Len, avise a eles que o menino, não é para ele... Essa mensagem irá mudar completamente o mundo.


3) Serial Killers - Anatomia do Mal


O que faz gente aparentemente normal começar a matar e não parar mais? O que move – e o que pode deter – assassinos em série como Ed Gein, o psicopata americano que inspirou os mais célebres maníacos do cinema, como Norman Bates (Psicose), Leatherface (O Massacre da Serra Elétrica) e Hannibal Lecter (O Silêncio dos Inocentes). Como explicar a compulsão por matar e o prazer de causar dor, sem qualquer arrependimento? De onde vem tanta fúria? As respostas estão no novo lançamento da editora DarkSide Books: "Serial Killers – Anatomia do Mal", dossiê definitivo sobre o universo sombrio dos psicopatas mais perversos da história. Escrito por Harold Schechter – que pesquisa o tema há mais de três décadas, o livro é referência fundamental a todos os que se interessam pelo universo da investigação e da criminologia. Em "Serial Killers, Anatomia do Mal" você vai descobrir como eles matam e por que eles matam. Pontuado por curiosidades macabras, dados científicos e fatos pouco conhecidos sobre a trajetória e a mente dos principais criminosos em série dos Estados Unidos, O livro de Schechter abrange desde a criação do termo serial killer no início do século 20 até o fascínio exercido por matadores seriais na cultura pop (cinema, música, literatura). Histórias reais, assassinos reais, de uma maneira que você nunca viu, estudados com profundidade, rigor científico e conhecimento psicológico. Um livro que vai atrair a atenção dos fãs das séries CSI, Dexter, Criminal Minds e do Canal Discovery Investigation e de todos aqueles que que querem entender o que se passa na mente dos assassinos mais temidos e cruéis de todos os tempos. Sem dúvida, oriundos de um sociedade que precisa repensar urgentemente como cicatrizar essas feridas abertas.



4) Mansfield Park, Sense and Sensibility, Persuasion


























Mansfiel Park: Tímida, recatada e por vezes quase invisível, a pequena Fanny Price é resgatada de uma vida de privações junto a sua família em Portsmouth para ser criada pelos tios na opulência e fartura de Mansfield Park. É lá que ela vai desabrochar em uma moça bonita e incorruptível, capaz de assumir o papel de heroína frente à inconstância das primas, à sisudez do tio e à avareza e à alienação das tias. Somente quem parece compreender seu espírito correto ao extremo é seu primo Edmund, por quem Fanny nutre uma secreta paixão. Com a chegada dos irmãos Mary e Henry Crawford, a calma de Mansfield Park é abalada, restando a Fanny desvendar os verdadeiros propósitos de ambos.  Mansfield Park foi lançado em três volumes, em Londres, em maio de 1814. Jane Austen tinha 38 anos e morreria apenas três anos depois. Este romance é considerado fruto de um trabalho amadurecido da escrita da autora, que com uma heroína atípica e uma sutil análise da sociedade e da moral da época revela uma de suas obras mais profundas.
Razão e Sensibilidade: Embora não seja o primeiro romance escrito por Jane Austen, RAZÃO E SENSIBILIDADE foi o primeiro de seus romances a ser publicado, em 1811, sendo que o título original da obra era Elinor and Marianne e escrito sob a forma de um romance epistolar. Revisto alguns anos depois, Jane Austen alterou o título e a estrutura da narrativa, mantendo entretanto o seu tema central: a necessidade de se encontrar um meio termo entre a paixão e a razão. O lançamento de RAZÃO E SENSIBILIDADE apresenta pela primeira vez esta importante obra de Jane Austen em uma inédita edição bilíngue, resgatando toda a importância desta magnífica obra de uma das maiores escritoras inglesas. O enredo, embora simples, não deixa de ser profundo e questionador: a história se estrutura em torno das irmãs Dashwood, Elinor e Marianne, que na Inglaterra dos últimos anos do século XVIII, ficam desamparadas com a morte do pai, cujas propriedades são deixadas como herança para um filho do primeiro casamento, obedecendo-se às leis inglesas. Bonitas, inteligentes e sensíveis, as irmãs Elinor e Marianne, sua mãe e sua irmã menor, Margareth, mudam-se para um chalé oferecido por um parente distante. Sem dotes a serem oferecidos para seus casamentos, Elinor, o arquétipo austeano da razão, e Marianne, o da sensibilidade, têm poucas oportunidades de conseguir um bom casamento, mas a grandeza de seus sentimentos - a sinceridade e a fidelidade do coração de ambas - se revela importante contra a hipocrisia de uma sociedade preocupada apenas com as aparências e os bens materiais. 
Persuasão: "Persuasão" é amplamente apreciado como uma simpática história de amor, de trama simples, bem elaborada, sendo original por diversos motivos, mas principalmente pelo fato de ser uma das poucas histórias da escritora que não apresenta a heroína em sua plena juventude. O romance também é um apanágio ao homem de iniciativa, retratado através do personagem do capitão Frederick Wentworth que parte de uma origem humilde e que alcança influência e posição social pela força de seus méritos pessoais.
5) Entre Outubros 


APÓS CONSEGUIR ESCAPAR HEROICAMENTE DE UM TRÁGICO SEQUESTRO EM UM DIA DE OUTUBRO – nada menos do que seu décimo sexto aniversário – Holly Armstrong se depara com um mundo totalmente diferente. Seu olhar, sua mente e seus valores já não são mais os mesmos. Agora, é como se houvesse um abismo entre a garota comum da cidade grande e a jovem amaldiçoada pelo trauma. Contudo, tal ferida foi o pontapé para sua vida mudar drasticamente. Motivada pela sua personalidade curiosa e vítima de sua própria fragilidade emocional, Holly parte em uma jornada solitária para tentar descobrir os reais precedentes do evento que mudou sua vida definitivamente. A partir daí, ela se vê envolvida com personagens nada convencionais que a farão tomar rumos distintos, permitindo que ultrapasse seus limites e prove o real sentido de força. Porque, às vezes, é necessário muito mais do que força para sobreviver.
























6) Escrito sob Fogo e Sangue




















Um amor marcado por séculos de luta “Escrito Sob Fogo e Sangue – A Decisão” é uma viagem no tempo, em um futuro no qual o mundo é muito diferente do que conhecemos hoje. As histórias de amor e de luta são recheadas de magia, fogo e sangue. As raças expulsas, bruxas e magos iniciam seu retorno para o planeta azul. Elas se misturam, se amam e se odeiam. Afinal, viveram com os humanos. O equilíbrio está na superação individual, as diferenças são marcadas por Kir e Destroc, os pais do redentor, aquele que unirá as forças de todas as raças. Mas esta história teve seu início há muitos séculos. O passado e o futuro se misturam no inacreditável. A esperança dos humanos, o sangue que alimenta os vampiros, o impulso animal que protege os lobisomens e a magia e o fogo que orienta os magos e bruxas.
Foi isso, pessoal! Espero que tenham gostado. Não esqueçam de compartilhar e comentar! 

P.s.: Rolando sorteio de Divergente no Instagram. Corre lá! @blogfalandoemlivros 





2 comentários:

  1. Caixinha recheada ein Fernando?
    Desses que você colocou ai, já li Escrito Sob Fogo e Sangue (tem resenha lá no blog). E estou louco para comprar Entre Outubros, assim que tiver um money livro vou comprar :)
    Abraço
    http://interessantedeler.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Sense and Sensibility é um dos meus livros preferidos, você vai adorar! Estou com MUITA vontade mesmo de ler "The 100", tenho visto muitos comentários positivos sobre a série e o livro :)

    Beijos,
    http://misssorrisos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir