A Cabeça do Santo - Socorro Acioli











E aí, leitores! Beleza? Hoje tem resenha do livro “A Cabeça do Santo” da querida Socorro Acioli. Quem acompanha o blog nas redes sociais sabe que eu tive a oportunidade de conhecer a autora e que foi muito legal. Enfim, espero que gostem! 



O livro conta a história de Samuel, um garoto que há pouco tempo perdera a mãe, Mariinha, cujo último pedido antes de partir foi: acender três velas para o Padre Cícero, São Francisco e Santo Antônio respectivamente, além de ir encontrar o seu pai, que está desaparecido há anos, juntamente com sua avó, na cidade de Candeia no interior do Ceará. 



O percurso de Samuel de Juazeiro do Norte para Candeira é bem cansativo, mas era por sua mãe que ele estava fazendo todo este esforço. Além do mais, Samuel não tinha mais para onde ir. 

Já em Candeia, Samuel não foi bem recebido por sua avó, que o mandou para uma “gruta” para passar a noite. No caminho, foi atacado por cães e ficou com alguns ferimentos, porém, estava protegido da chuva na gruta. Mais tarde, ele descobre que o abrigo no qual estava é na verdade a cabeça oca de um santo (Santo Antônio). E é aí que a história começa. Em sua estadia na cabeça, Samuel conhece Francisco, com quem cria amizade. Além disso, Samuel começa a escutar várias vozes dentro da cabeça: orações das moças de Candeia, contudo, apenas ele as escuta. 


















Corpo do Santo sem a cabeça no interior do Ceará.

Santo Antônio é conhecido por ser o santo casamenteiro, então Samuel escutava vários pedidos nas orações, alguns com destinatário já escolhido, outros sem nenhuma pista da pessoa. Com isso, a história se passa e mostra o desejo de todas as mulheres de encontrar o mensageiro de Santo Antônio e com isso “arranjar um marido”. A história é contada com humor, o que torna a leitura bastante divertida. 



O boato do homem que ouvia as mensagens do Santo muda a vida de Samuel, causando agitação na cidade que antes era abandonada e hoje está voltando a vida. O fato do livro trazer toda essa religiosidade e cultura é um ponto muito importante, pois podemos levar vários ensinamentos com a cultura nordestina. 


Samuel, descrente, depois de cumprir os pedidos da mãe, termina por achar algo em que acredita, realizando também o seu destino. 

Por fim, recomendo esta leitura, você irá rir, se emocionar e se entregar aos prazeres do sertão!


4 comentários:

  1. Massa Fernando! Gostei muito da resenha. Não conhecia o livro mas fiquei com vontade de lê-lo, principalmente por ter partes que falam da cultura cearense.
    Abraço
    http://interessantedeler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Eli! Valeu =) Espero que procure o livro, é muito bom mesmo!!!

      Abração!

      Excluir
  2. Que bacana! A história parece bem divertida mesmo e é bem surpreendente!

    www.adoiis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Tudo bom?
      Sim, a história é bem divertida e bem diferente. Recomendo demais!

      Beijos!

      Excluir