O DIÁRIO DE ANNE FRANK

Vocês não tem ideia, mas quero ler este livro há bastante tempo. Há anos! Quando recebi a primeira lista de livros do Grupo Editorial Record e vi O Diário de Anne Frank, quase não acreditei! Mas o tenho em mãos e posso dizer que é emocionante. 

O livro é recorde em edições. No Skoob contam-se mais de 30. Tive a oportunidade de receber esta edição maravilhosa do Grupo Editorial Record, que possui uma diagramação impecável e muito gostosa de ler. Sem falar que o trabalho investido na capa é incrível, haja vista que, retrata bastante a história. 
















O Diário de Anne Frank é um livro editado à partir do diário verídico da própria personagem. Uma garota feliz, com apenas 13 anos de idade, com a vida pela frente, interrompida pela caça aos judeus na época. Anne ganhou seu primeiro diário de aniversário e seu primeiro texto é do dia 12 de junho de 1942, quando Anne ainda era “livre” e vivia uma vida normal. Até que sua irmã recebe uma intimação e ela e sua família tem que se refugiar para não serem pegos e mortos. 

Anne, sua família e mais 4 pessoas se escondem nos fundos de um prédio comercial, no qual o seu pai trabalhara. Inclusive, desde 1960, existe um museu nomeado “Casa de Anne Frank” no mesmo local onde o diário fora escrito (Em Amsterdã). 


O anexo

Anne e sua família sofrem bastante no começo. Eles são obrigados a acordar cedo todos os dias, exceto finais de semana, e só podem fazer qualquer barulho quando a empresa fecha. O Diário retrata bem a rotina deles e você consegue sentir o quanto estressante estava sendo para eles. Durante a história, outras pessoas são envolvidas, ou seja, novos moradores para o Anexo, nome dado ao esconderijo. E além de manter as janelas fechadas e viver quase no silêncio, os moradores do Anexo ainda tem que enfrentar os conflitos pessoais. Muito comuns durante a estadia e que afetavam, principalmente, Anne. 

A última anotação data-se no dia 01 de Agosto de 1944. Três dias depois, todos do Anexo foram presos e levados para diferentes campos de concentração por oficiais alemães. 



Não sei explicar o que aconteceu comigo, mas consegui sentir várias emoções durante o livro. Felicidade, tristeza, aflição, confusão, entre outros. A escrita de Anne é fácil, porém, muito inteligente! Vocês sabiam que ela sonhava em ser escritora? Eu consegui me identificar tanto a ponto de odiar e amar ao mesmo tempo. O livro é recheado de acontecimentos bons e ruins. Afinal, viver confinada em um esconderijo por 2 anos requer muita humanidade. 

Você quer saber o final dessa emocionante história? Só lendo o livro... E por favor, leiam!



13 comentários:

  1. Oie Fernando! Tudo bem?
    Olha li esse livro faz uns anos, na escola hehe e adorei a história é envolvente e estou pensando em reler novamente, ótima resenha.
    PS: Não sei se lembra de mim, mas voce me entregou o marcador do seu blog e te falei que tinha um, eu estava até deitada, foi na Turne da Intríseca hehe Aqui estou eu, e mandei e-mail para solicitar parceria!
    Seguindo :D

    Beijão da Lari <3
    Brilliant Diamond | Fan Page

    ResponderExcluir
  2. Que bonita a tua resenha, Fernando! Quero muito ler O diário (...), e também sou apaixonada pelas edições dele. Fico imaginando como Anne deveria de se sentir lá no Anexo, rodeada por todas aquelas coisas ruins. E imagino também como você e todos os outros devem ter se sentido ao ler este livro. Beijos,
    www.entreleitores.com

    ResponderExcluir
  3. Olá =)

    Li esse livro ano passado, mas como fazia parte de um círculo viajante secreto, não pude fazer resenha e nem marcar como lido no Skoob. Mas é um livro muito emocionante! E essa edição está muito linda! Adorei as fotos!

    Beijos
    http://procurei-em-sonhos.com/

    ResponderExcluir
  4. Eu quero ler esse livro a um tempão, mas ainda não tive oportunidade para fazê-lo. Acho lindas as edições, e essa também ficou muito bonita. Deve ser uma história muito forte, que com certeza eu me emocionaria. Adorei a resenha. Beijos
    www.reinodaloucura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oooi,

    Eu não li ainda e quero ler mesmo não sendo meu estilo de livro favorito de livro.
    Sei que é algo que você fica com uma relação no meio termo e eu quero saber como se passa a história, como Anne era e tals.
    Adorei sua resenha e gostei do misto de sentimentos que você sentiu *-*
    Espero ter em mãos em breve!


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  6. O diário de Annie Frank é maravilhoso! *-*

    Hoje em dia é disponibilizado em escolas públicas (e é claro que eu já peguei o meu). Qualquer página que você abre, praticamente chora com o que lê...

    Malfeito Feito | FanPage

    ResponderExcluir
  7. O Diário de Anne Frank é um livro muito desejado por mim. Tenho muita curiosidade pela história e pelo livro, é tão elogiado e recomendado que espero muito poder ler logo.
    Vejo algumas edições lindas e pretendo comprar alguma dessas em breve hahahahaha
    Beijos, amei a resenha!

    ResponderExcluir
  8. Eu simplesmente AMO esse livro! Já li inúmeras vezes e minha edição estava tão velhinha que acabei ganhando uma nova ano passado. A minha é a que tem as fotos da família Frank e das outras pessoas que ficaram com eles no Anexo Secreto.
    Esse foi um livro que chorei, sorri, senti um medo terrível em algumas partes... ele mexeu comigo. E, apesar de já sabermos o que acontece no final antes mesmo de ler, quando terminou me senti péssima.
    É um livro que recomendo a todo mundo, simplesmente incrível!
    Beijos
    Coisas de Meninas

    ResponderExcluir
  9. Oi Fernando, tudo bem?
    Eu já li esse livro ano passado e me emocionei muito com a triste história da Anne. Chega a doer só de pensar a quantidade de pessoas inocentes sofreram e morreram por conta do nazismo.
    Algo que me surpreendeu muito nesse livro foi a maturidade da Anne, apesar da pouca idade. Acredito que se ela tivesse tido a sorte de sobreviver seria uma pessoa muito inteligente e ainda mais admirável do que já é.
    Eu amei essa edição nova do Grupo Editorial Record. Está linda e eu agora fiquei querendo ela...rsrs

    Beijo ;*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  10. Wow! Parabéns, ótima resenha! Fiquei muito curiosa pra ler!

    ResponderExcluir
  11. Hoje fui numa livraria e tinha lá O Diário de Anne Frank, uma edição belíssima com capa, aparentemente dura, só fiquei horrorizada com o preço. Até compraria em outras épocas mas hoje em dia prefiro baixar gratuitamente. Seu texto me fez ter mais vontade de ler o livro.

    ResponderExcluir
  12. Oi, Fernando.
    Eu já li O Diário de Anne Frank, mas naquela edição mais feinha de bolso, sabe? E também acho que não li em uma ocasião boa, pois a história não me emocionou tanto quanto poderia, então eu pretendo ler novamente e comprar uma edição nova, não sei se seria essa ou a outra vermelhinha. Enfim, gostei bastante da resenha e novamente suas fotos estão lindas *o*

    Beijos :*
    Larissa - http://srtabookaholic.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Oii Fer tudo bem?
    Tenho uma edição diferente do diário da Anne, mas uma coisa todas tem em comum, a emoção que nos passa ao ser lido, Anne é apenas uma criança, mas sabe nos passar seus medos e angústias, a história dela é linda e merece sempre ser contada. Amei a resenha e as fotos ficaram lindaas *--*
    Beijinhos
    Miii

    http://blogmaisumlivronaestante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir