[ENTREVISTA] - J. KENT MESSUM - AUTOR DE ISCAS



Olá, leitores! Beleza? Bem-vindos mais uma vez ao blog. Estamos voltando com nossa coluna de entrevistas e temos uma entrevista incrível para vocês. Li Iscas em Junho e fiquei extasiado com o livro (resenha aqui). Portanto, entrei em contato com o autor, J. Kent Messum, e o mesmo topou responder algumas perguntas. Vamos lá?

J. Kent Messum é canadense, autor e músico. Já trabalhou como escritor freelancer, produtor, professor de música, bartender, entre outras funções. Ele mora em Toronto com a esposa, um cachorro e três gatos. Iscas foi vencedor do Arthur Ellis Award, em 2014, na categoria de melhor romance de estreia.
Mais sobre o autor: Twitter, Facebook, Pinterest, YouTube.









1) Como você decidiu que seria escritor?

Em toda minha vida, eu sempre me imaginei como um contador de histórias. Ser escritor realmente me atraiu, porque eu gosto de trabalhar sozinho e não depender de ninguém para criar o meu trabalho. No final do dia, é minha responsabilidade ter minhas histórias escritas, e eu gosto disso.

2) Qual o seu livro favorito?

“O Silêncio dos Inocentes” de Thomas Harris é um dos meus favoritos. Já o li muitas vezes. Outro favorito é “Cidade de Ladrões” de David Benioff. “Sobre a escrita” de Stephen King, foi o livro que mais me ajudou na minha escrita.

3) Sua vida mudou desde que escreveu o livro?

A maior mudança é que eu tenho mais tempo para trabalhar nos livros e histórias que quero compartilhar com o mundo. A escrita é muito mais forte do que a maioria das pessoas pensa, e uma boa escrita é ainda mais difícil. Com “Iscas” sendo publicado e também o meu novo livro “Husk”, eu posso focar e me dedicar mais ao ofício da escrita, e escrever cada vez mais livros melhores. 

4) Em minha opinião pessoal, o livro é incrível. Como você teve a ideia para escreve-lo?

Fiquei imaginando em quais horrores uma pessoa estaria disposta a colocar-se afim de obter algo que elas queiram desesperadamente. Quando se trata de vício, um viciado, por vezes, fará coisas inimagináveis para marcar seu próximo hit. Os tubarões são um dos nossos medos mais primitivos (injustificado, eu acho, mas ainda assustador). Pensei que colocando viciados contra tubarões seria uma ideia interessante. Também haviam duas coisas que me inspiraram à escrever Iscas. O primeiro foi “Tubarão” (JAWS) e o segundo foi um conto de Stephen King chamado “Survivor Type”.

5) Você tem planos para o filme de Iscas?

Tem havido um interesse de algumas empresas de cinema em fazer uma adaptação cinematográfica de Iscas, mas no momento os direitos do filme ainda estão disponíveis. Mas meu novo romance “HUSK” já foi escolhido pela Warp Films para virar uma série de TV no Reino Unido!

Mais sobre HUSK:


6) Você sempre gostou de Tubarões? Ou foi apenas uma ideia para o livro?

Eu sempre fui fascinado por tubarões, desde que eu era criança. Eu acho que eles são belos e predadores assustadores. A ideia de ser atacado por um tubarão aterroriza a todos, eu acho, embora seja uma ocorrência muito rara.

7) Você teve que estudar sobre viciados em heroína para escrever o livro?

Por um bom tempo eu fui músico, e também trabalhei em um filme. Eu vi muito do lado escuro do negócio do entretenimento naqueles anos. Eu também moro ao lado de um dos piores bairros de Toronto, uma área que sofre de muito vício. Você vê um monte de loucura por aqui. Um monte de coisas que presenciei ao longo dos anos encontrou seu caminho para o livro.

8) Uma mensagem para os fãs brasileiros?

Obrigado, muito obrigado por todo seu amor e apoio. Iscas está indo muito bem no Brasil graças a todo mundo que está falando sobre isso e espalhando a história. Eu realmente aprecio todo o seu entusiasmo e estou muito feliz que muitos de vocês estão amando o livro.


----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O que falar desse cara? Não tenho palavras para descrever a ótima pessoa que ele é. Aceitou realizar a entrevista e ainda foi super solícito. MUITO OBRIGADO, J. KENT MESSUM. Isso é resultado de todo o seu trabalho. Nós, do Brasil, desejamos todo o sucesso do mundo para você. 

Gostou da entrevista? Deixe seu comentário e até a próxima! =)



2 comentários:

  1. Mandou muitíssimo bem, Fernandão. Parabéns pela entrevista e pelo excelente trabalho com o site.

    ResponderExcluir
  2. Ainda não li o livro, mas ouço coisas tão positivas e estou bastante interessada
    Parabéns pela entrevista!

    ResponderExcluir