ISCAS - J. KENT MESSUM



Quero começar esta resenha afirmando que a premissa deste livro foi algo totalmente diferente para mim. Mas posso dizer que me surpreendi. 

Iscas gira em torno de seis pessoas que acordam misteriosamente em uma ilha deserta. Ninguém se conhece ou sabe como foram parar ali, mas com o decorrer da história todos descobrem um único fato em comum: são viciados em heroína. Conhecemos Nash, Ginger, Felix, Kenny, Tal e Maria, sequestrados e colocados à força em um jogo mortal. 

UMA ILHA. SEIS PESSOAS. UM OCEANO DE TERROR. 

Mesmo estando bastante atordoados com a situação, os mesmos buscam soluções para resolver o problema. Eis que eles acham um baú na praia, contendo mantimentos e uma carta informando que ninguém irá socorrê-los, e que do outro lado do canal existe outra ilha, onde encontram-se mais mantimentos e como recompensa: uma dose da mais pura heroína. 



O que eles não sabem é que para chegar à outra ilha, teriam que atravessar o canal a nado. Deixando-se à deriva do pior predador aquático: o tubarão. Mas não só um, vários. E famintos.

Cada um dos personagens possuem personalidades diferentes, o que causa várias intrigas durante a história. O livro nos mostra suas histórias de vida e as lutas diárias para conseguir a heroína. O que me deixou bastante desconfortável, pois é um assunto bastante delicado. Além do vício, encontramos tráfico, prostituição, assassinatos e por aí vai… 

A natureza tem o hábito de unir a bela com a fera. E aquele lugar não podia ser considerado uma exceção. Suas feras eram sedentas por sangue. 

Após se satisfazerem com a comida e água existentes no baú, a dependência começa a se manifestar e faz com que fique cada vez mais difícil passar horas sem a droga. E é aí que a trama se desenrola! 



Mas calma, não pense que o livro é um oceano de críticas, tem lá seus ensinamentos também. Essas mensagens são facilmente identificadas pelo leitor, o que conta para a leitura ser mais fluída. Quando eu digo para todos que este é um livro de uma sentada só, não estou brincando! Eu o li em apenas quatro horas. A escrita é leve e você consegue captar cada pedaço da história. 

Na primeira parte do livro, os capítulos são intercalados entre “presente” e “dois dias antes”. Mostrando um pouco da vida de cada personagem antes da ilha. Na segunda parte, quando os personagens e a história já evoluíram mais, apresentam-se capítulos no presente e alguns com os organizadores do jogo. O que achei genial. Além de termos acesso às mentes problemáticas dos viciados, temos também a dos criadores. 



Temos personagens fortes, como Nash e Félix, porém, também temos personagens mais susceptíveis como Kenny. Acabamos nos identificando mais por Nash, pois o autor dá a impressão de que ele lidera o grupo. Quando na verdade, é cada um por si. 

Em que momento as pessoas se tornavam irrecuperáveis?, pensou. 

O livro me proporcionou as mais variadas emoções. Fiquei apreensivo, constrangido, desconfortável, entre outras. Porém, nada disso afetou na leitura, que considerei ótima. O final foi um pouco diferente do que eu imaginava, mas nada que afetasse a história em si. Afinal, tudo podia acontecer naquela situação, não é mesmo?

Por fim, indico este thriller de olhos fechados. O suspense e a ação farão você almejar cada vez mais acabar o livro. Mas cuidado, não fique desatento. Você pode acabar no estômago de um tubarão! 

Até a próxima! o/ 


3 comentários:

  1. As pessoas saem do Orkut, mas o Orkut não sai das pessoas: o primeiro comentário é meu! HAHAHAHAHAHAHHAAH

    Adoro as suas resenhas Fer e as indicações são sempre excelentes. Confesso que não conhecia esse livro e que provavelmente não olharia duas vezes para ele na livraria, mas fiquei curiosa para saber como o livro acaba. Parabéns pela sua resenha, você merece cada vez mais reconhecimento! Amo demais seu blog, seu lindo <3 Muito sucesso! Coloquei na lista de desejados. Arrasou nas fotos, me ensine a fotografar assim <3

    Beijos, Rob

    ResponderExcluir
  2. Fala, Fernando! Beleza, brother?

    Cara, já tinha visto este livro no Skoob e achei a capa, quanto à sinopse... fiquei apreensivo.
    No entanto, após ler sua resenha, foi interessante. Contudo, ler? Algum dia quem sabe...

    Abraços!
    Irmãos Livreiros

    ResponderExcluir
  3. Olá Fernando, tudo bom?

    Desde o lançamento que fazem um burburinho em relação à esse livro e eu, é claro, que estou morrendo de curiosidade para conferir a obra. Saber que dá pra ler o livro de uma vez só, é ótimo, leituras assim são maravilhosas. Adorei a resenha e as fotos cara.

    Abraços!

    ResponderExcluir