INTERGALÁCTICA - F.P. TROTTA


Olá, leitores! Como estão vocês? A resenha de hoje é do querido F.P. Trotta, autor parceiro do blog. A demora foi grande, mas finalmente ela acabou! Vamos conhecer mais sobre o livro?

O livro tem início em 2009, nos mostrando Amanda, com apenas 9 anos de idade, mas a história começa mesmo em 2016. Em 3 de maio de 2031 - dia de lançamento da aguardada expedição da NASA para explorar a lua de Júpiter - uma das candidatas para habitar vida extraterrestre, Amanda acorda de um coma provocado pela doença Meningite. A Terra mudou e tudo está sendo chocante para ela.



Junto com seus pacientes Stryker, Ripley e Lina, ela se encontra envolvida em uma trama com a Firma, que possui planos de sabotar a missão de Júpiter e envia-la para um planeta habitável localizado 17 anos luz da Terra. Os quatro são perseguidos após a tentativa de prisão em um bar e como única opção de serem retiradas as acusações, se juntam a Oswald, o criador da Firma. 

A partir desse ponto, a história fica mais emocionante e você não quer parar de ler. As coisas acontecem em um ritmo acelerado, haja vista que, os quatro estão infiltrados na Firma e procuram a oportunidade de acabar com a missão. Contudo, se eu revelar algo a mais, tudo perderá a graça! A história segue em um ritmo melhor ainda e você fica boquiaberto a cada capítulo. A ação do início ao fim deixará você com vontade de mais. 




Além disso, é sempre bom acompanhar o crescimento dos personagens. Intergaláctica trabalha bem esse quesito e é impressionante ver o quanto as pessoas mudam para terem o que querem. 

“Porque potencial existe. Sempre existiu. No entanto, eu nunca imaginei como egoísmo pudesse iludir qualquer um em ciclos de autodestruição e complacência intermináveis. Se você está repetindo o mesmo erro pela décima vez eu assumo que qualquer um se sentiria igual a um rato de laboratório. Mas ninguém nunca assume quando está errado. O problema nunca é interno – ela pausou e sorriu. – Estão muito felizes em viver em suas bolhas de vidro.” 



Intergaláctica me animou tanto, que demorei vários dias para le-lo por completo. Sabe quando você não quer que um livro acabe? Para ser bem sincero, iniciei a leitura sem nenhuma expectativa, mas me surpreendi bastante. 

A escrita é fluída e envolvente; O autor trabalhou bem todos os pontos, fazendo a leitura ser mais proveitosa ainda. A capa chama bastante atenção pela imagem e cores usadas. As páginas são amarelas e não cansam a vista. Já as letras, achei-as pequenas demais, mas nada que incomodasse muito. 

Por fim, Intergaláctica é uma viagem que todos deveriam fazer! Com uma história envolvente e empolgante, dou nota 5 para este livro.


0 comentários:

Postar um comentário