O DOM - ROBERT OVIES



Olá leitores! Como estão? A resenha de hoje é de mais um livro em parceria com a Verus Editora! Já ouviram falar de “O Dom” de Robert Ovies?

Um thriller tão instigante que é impossível não devora-lo em algumas horas. Conhecemos a história de C.J. Walker, um menino de nove anos de idade que tem o poder de curar os doentes e trazer de volta à vida os mortos. Você já deve imaginar o que vem pela frente, não é mesmo? Imagine um mundo onde exista alguém com esse poder. Tudo se tornaria um caos. Pessoas querendo curar e reviver seus familiares, amigos, amores e por aí vai.



A história começa no enterro de Marion Klein, – uma mulher muito querida na comunidade – quando, de repente, ela revive e deixa todos chocados. O que será que aconteceu? Um milagre? Negligência médica? E é aí que conhecemos C.J. Walker, o garoto que momentos antes sussurrara em seu ouvido palavras que se tornariam realidade. Desejando que a amiga de sua mãe, Sra. Klein, não estivesse morta, C.J. Walker vê sua vida mudar de vez.

Após o choque inicial, C.J conta à sua mãe que revivera Marion. Ela, desacreditada, leva seu filho para uma conversa com o padre na tentativa de comprovar que o garoto está imaginando coisas. Testam o garoto e o resultado é mais chocante ainda: C.J cura duas mulheres com câncer. A imprensa espalha a notícia e tudo se torna um caos.



Pessoas de todo o globo imploram para C.J curar seus entes ou trazer de volta aqueles que não respiram mais. O problema todo é que eles estão pensando apenas em si e não no menino. O que deixa tudo mais complicado. Até o próprio pai pensa nas possibilidades do Dom de seu filho. Já sua mãe, veste a capa protetora e reza para o seu filho ser apenas um menino normal. Mas com multidões em frente sua casa fica difícil ter uma vida normal. 

Como proteger C.J depois desses acontecimentos? Todos o querem por inteiro. O autor nos leva aos pensamentos de cada um dos personagens. Deixando a leitura mais proveitosa. Descobrimos seus objetivos e vemos que alguns são tão equivocados que recorrem para violência e manipulação. 

Além disso, o autor deixa uma questão muito importante no livro. E se existisse alguém com este Dom? Como nós e o mundo reagiríamos? O mundo é tão corrompido por seus próprios interesses que deixamos de pensar no próximo cada vez mais. 



A escrita do autor é fluída e descritiva. Nos dando uma imensidão da história. A leitura é rápida, apesar de possuir algumas partes que são mais lentas. A capa poderia ser melhor, mas em minha humilde opinião, recebe bem às expectativas. A diagramação é ótima e o livro possui folhas amarelas. 

Por fim, leia O Dom, você terá momentos reflexivos sobre amor, fé, ética e muito mais. Uma thriller cativante e que fará seu sangue subir à cabeça.


2 comentários:

  1. Oi Fernando :D
    Achei muito interessante sua resenha e ela me deixou bem curioso sobre o desfecho da estória e achei bem interessante essas reflexões que o autor deixou no livro.
    Abraço
    http://interessantedeler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá, Fernando! Tudo beleza?

    Cara, não conhecia o livro, porém, achei muito interessante e... digamos... intrigante!
    Espero poder ler, pois me interessei por "O Dom".

    Abração!
    Irmãos Livreiros

    ResponderExcluir