A MAIS PURA VERDADE - DAN GEMEINHART



Olá, leitores! Como estão? A resenha de hoje é do livro “A Mais Pura Verdade”, cedido em parceria com a editora Novo Conceito. Primeiramente, eu recebi uma prova com 95 páginas, e só depois recebi o livro completo. Vamos lá?

Comecei lendo sem saber absolutamente nada da história e após o primeiro capítulo, eu já estava fascinado. O livro nos contará a vida de Mark, um garotinho de 12 anos que tem o melhor cachorro do mundo (Beau), a melhor amiga do mundo (Jess), pais amorosos e o sonho de escalar uma montanha. Mas para alcançar este sonho, Mark precisa fugir de casa, levando consigo seu fiel escudeiro Beau. Entramos a fundo nos pensamentos de Mark e acabamos sentindo grande afeição pelo personagem.


Com a vida se esvaindo aos poucos, Mark nota de que essa é sua chance e mesmo sendo desencorajado por todos e tendo seus sonhos diminuídos, ele não desiste de alcançar o que almeja e parte em busca de uma aventura. Levando consigo alguns suprimentos: um pouco de dinheiro, comida, uma câmera, um caderno onde escreve seus haikais e seu fiel escudeiro Beau.

Mas meu sorriso de maluco desapareceu quando vi Beau olhando para mim. Não havia nada além de amor naquele cachorro. Nada além de confiança. Parei um pouco e soltei algumas respirações trêmulas.

O livro apresenta capítulos narrados por Mark, em primeira pessoa, e capítulos narrados em terceira pessoa, que mostram o ponto de vista de Jess, seus pais, policiais, entre outros. 

Mark está com tudo pronto para iniciar sua jornada. E no caminho ele conhece pessoas de bom coração que tentam ajudá-lo, mas também encontra pessoas de má fé. Ele enfrenta muitas adversidades pois, devido a sua condição, tudo é mais complicado, mesmo que a força de vontade seja maior que tudo. Apesar da sua condição lhe assombrar todos os dias, Mark é inteligente e sai dos seus problemas sem se colocar como vítima. Sempre tirando uma lição de cada tropeço.


Seria desonesto da minha parte contar mais episódios da viagem, pois tudo se torna uma emoção a cada passo. Você ri e chora junto com o personagem. O que posso garantir, é que você vai se encantar com esse garotinho que mesmo com tantos problemas, ergue a cabeça e segue em frente.

O mundo inteiro é uma tempestade, eu acho, e todos nós nos perdemos em algum momento. Vamos atrás de montanhas no meio das nuvens para que tudo pareça valer a pena, como se isso tivesse algum significado. E, às vezes, nós as encontramos. E seguimos em frente.

Além disso, o livro nos ensina sobre amizade. O amor entre Mark e Jess é tão forte que mesmo distantes, eles sabem do que o outro está precisando. Mas não vá pensando que o livro é só drama, temos pontos fortes de alegria. Afinal, cada conquista é motivo para comemorar, não é mesmo?


A edição está impecável. A capa nos conta a história de uma forma muito singela. As cores utilizadas chamam atenção, bem como, as ilustrações. A diagramação é agradável, pois as folhas são amarelas e a fonte possui tamanho normal. O livro tem todo um carinho com o leitor e faz com que você o leia em uma sentada só.

Por fim, não vá pensando que essa é mais uma história clichê de uma criança com uma situação desfavorável que vai atrás de seus sonhos. A Mais Pura Verdade vai além disso e faz você se surpreender tanto com os humanos, como com os animais.

OBS: Tive o prazer de entrevistar o Dan Gemeinhart, se quiser conferir, só clicar aqui.


2 comentários:

  1. Eu sou eternamente apaixonada por esse livro, e ler sua resenha me fez matar um pouco da saudade, pois li já faz um tempo.
    Vou conferir a entrevista com o autor
    Beijos

    http://myself-here1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bárbara! Como vai?

      Também sou apaixonado por ele! Li faz bastante tempo e na correria da vida, esqueci de postar a resenha. Depois me diz o que achou da entrevista?

      Beijos!

      Excluir