CAÇANDO CARNEIROS - HARUKI MURAKAMI


Olá, leitores! Como estão? Mais uma resenha do nosso colaborador Danilo Rodrigues. Muita gente vinha pedindo Murakami aqui, pois pedido atendido! Espero que gostem da resenha.




Lançado originalmente no Japão em 1982, Caçando carneiros é o romance que tornou Haruki Murakami conhecido mundialmente. Permeado de mitologia e mistério, a obra é um thriller literário extraordinário. O protagonista do livro é um personagem, do qual não sabemos o nome, que leva uma vida tranquila trabalhando numa agência de publicidade, convivendo com a ex-mulher e alguns amigos — todos muito comuns, ou assim parece. Mas tudo muda depois que ele recebe uma carta misteriosa e conhece pessoas inesperadas: uma modelo de orelhas sedutoras, um grupo político de direita com um chefe enigmático e, por incrível que pareça, um homem-carneiro. Lançado em uma busca fantástica, ele terá que atravessar o Japão para encontrar o único carneiro que pode trazer novamente algum sentido ao seu cotidiano. Nessa jornada, nosso narrador se verá no lugar de um excêntrico detetive que, ao mesmo tempo em que esclarece pistas, descobre um pouco mais sobre si mesmo. Murakami é um autor que sabe contar histórias extraordinárias como ninguém. Ao mesclar situações banais a fatos inexplicáveis, ele faz com que o leitor mergulhe em seu universo e se deixe levar por suas narrativas oníricas.
De tanto ouvir falar (bem!) do escritor japonês mais pop do momento, resolvi experimentar a leitura de uma de suas obras. Indicações aqui, dicas ali, e ganhei de aniversário o “Caçando Carneiros”, livro de título intrigante e de capa lindíssima, publicado pela editora ALFAGUARA. 

O autor é japonês, mas vive atualmente nos Estados Unidos. Podemos dizer Haruki Murakami é um japonês “bem ocidentalizado”. Seu nome já foi citado diversas vezes para ser ganhador do prêmio Nobel de Literatura, mas isso ainda não aconteceu. Além de escritor, já traduziu para o japonês obras de Truman Capote e F. S. Fitzgerald. Ah, e ele é maratonista, e escreveu um livro chamado “Do que eu falo quando eu falo de corrida”, que conta como ele se tornou escritor e maratonista. 



Caçando Carneiros é um livro gostoso de ler. De cara dá para sentir que a leitura vai fluir. Murakami escreve bem. Não é daquele tipo de autor que enche a narrativa de informações e quase obriga o leitor a fazer anotações para não se perder na trama. Os poucos personagens que surgem ocupam todo o enredo, sem deixar espaço sobrando. 

A primeira parte do livro familiariza o leitor com o protagonista, um jovem de 30 anos que está levando uma vida tediosa e sem sentido. Toda a história é narrada em primeira pessoa, e a maioria dos personagens não tem nome, inclusive o narrador. 



O desenrolar da trama vai acontecendo de forma bem gradativa, e a expectativa de saber como vai ser o desfecho vai aumentando. É difícil contar algo da história sem entregar acontecimentos importantes, pois todos os fatos se relacionam de forma bem intensa. 

Um ponto a ser mencionado é a riqueza de detalhes na descrição dos cenários e lugares. O autor consegue retratar locais no imaginário do leitor sem deixar a leitura cansativa. Essa descrição ajuda a manter o suspense e ao mesmo tempo revela que Murakami sabe contar uma história de forma talentosa. 



O título revela o que acontece nas linhas do livro: uma caçada. Da metade do livro pra frente, o autor narra a busca do protagonista. O que ele está buscando? Bom, aí só lendo o livro pra descobrir. 


1 comentários:

  1. Ola Danilo.
    Fiquei bem curioso para saber mais sobre essa caçada. Não conhecia o autor mais parece que ele já é bem famoso né? Ótima resenha
    Abraço
    http://interessantedeler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir